Lei Lucas: veja um resumo da história e como ela surgiu

A Lei Lucas foi sancionada em 2.018, com o intuito de treinar e capacitar professores e profissionais da educação básica a prestar os devidos primeiros socorros em casos de acidentes e atendimento básico em situações aonde é necessário atendimento rápido.

Em situações básicas, tais como engasgamento, acidentes simples com leves escoriações, mal-estar, dentre outras situações, um simples ato de ajuda pode salvar a vida de alunos e pessoas que frequentam o ambiente escolar.

Desta forma, o curso de primeiros socorros possui grande importância, principalmente para professores e profissionais da educação básica, pois estão em ambiente propicio a diversas situações passiveis de acidentes leves e que necessitam de atendimento imediato.

lei lucas o que é

O que é a Lei Lucas?

A Lei n° 13.722/2.018, conhecida como Lei Lucas, determina que profissionais que atuem no setor privado e público da educação básica recebam e possam ministrar os primeiros socorros a vítimas de pequenos acidentes e incidentes, atuando rapidamente para evitar e conter danos causados por diversas situações.

A atuação imediata em determinadas situações pode ser primordial para garantir que alunos e pessoas possam conter danos a sua saúde.

História da Lei Lucas em resumo

Em 2.017, um aluno da educação básica chamado Lucas Begalli sofreu um engasgamento durante uma excursão promovida por sua escola.

Devido à falta de treinamento dos profissionais da escola, Lucas não recebeu atendimento apropriado, e acabou sofrendo uma asfixia mecânica em poucos minutos.

Apesar de ser transferido para o hospital através de uma UTI móvel, Lucas acabou não resistindo a condição e veio a falecer. Durante as tentativas de ressuscitação, Lucas sofreu 7 paradas cardíacas.

Este caso acabou causando uma comoção pública, principalmente nas redes sociais.

No Facebook, por exemplo, a página Vai Lucas conta com mais de 143 mil curtidas e fornece diariamente instruções sobre como prestar os primeiros socorros as mais diversas situações domésticas e em casos de sufocamento.

Devido a comoção pública pelo caso, além de conter altos índices de mortes de crianças devido à falta de treinamento e capacitação para agir em situações de emergência, a Lei Lucas foi criada, prestando homenagem ao usar o nome do aluno.

Importância dos Primeiros Socorros para segurança nas escolas

Os primeiros socorros podem salvar vidas. Eles são importantes tanto para aplica-los em casa ou em outros locais e situações.

Vítimas de pequenos acidentes ou mal súbitos muitas vezes podem ser salvas com a aplicação correta dos primeiros socorros.

No caso de engasgamento, saber aplicar corretamente a manobra de Heimlich pode salvar a vida da vítima, independentemente da idade.

A manobra de Heimlich consiste em apoiar as mãos, sendo a mão esquerda fechada diretamente entre a caixa torácica e o umbigo (próximo ao diafragma) envolvendo-a com a mão direita, firmemente agarrada ao pulso. Após apoiar-se corretamente, deve-se fazer pressão com firmeza para cima, de forma rítmica, até que a via respiratória seja desobstruída.

No caso de bebes de colo, deve-se apoia-lo nas mãos, mantendo as costas voltadas para cima, e suavemente massageá-lo com a palma aberta, até que seja liberado a via respiratória.

Veja ainda:  Brigada de incêndio: para que serve, como é a organização e atribuições

A manobra é simples e pode salvar a vida de uma pessoa que sofreu um engasgamento, devido a alimentos, podendo ser realizada por qualquer pessoa que possua conhecimento de como aplica-la.

Há diversas formas de primeiros socorros, sendo necessário aplicar as medidas corretas de acordo com o caso. Após a aplicação deles, é recomendado chamar o socorro e encaminhar a vítima até o hospital, garantindo que não venha a ter complicações futuras.

Como e onde fazer o Curso?

O curso de primeiros socorros poderá ser realizado através de contratação de empresas especializadas em treinamentos. O corpo de bombeiros e a cruz vermelha são órgãos que podem ministrar cursos de primeiros socorros.

Além de empresas, é possível contratar um profissional da saúde, tal como um enfermeiro do trabalho ou médico do trabalho que poderá ministrar curso básico, instruindo sobre as formas corretas para ministrar os primeiros socorros a vítimas, e orientar sobre as maneiras corretas de agir em cada situação.

Desta forma, é importante que as escolas e instituições realizem o treinamento dos profissionais, principalmente na educação básica, que atua diretamente com crianças, garantindo que sempre haverá um profissional capacitado a prestar os devidos socorros, como dita a Lei Lucas.

Veja ainda: Normas regulamentadoras: baixe as 37 normas atualizadas

Deixe um comentário